Notícias

Notícias

Fique informado sobre a Ademilar e o segmento de consórcio de imóveis.

Investiu no consórcio? Saiba como declarar no IR
16 de Março de 2017

Investiu no consórcio? Saiba como declarar no IR


Por Tatiana Schuchovsky Reichmann*

O prazo para declarar o Imposto de Renda 2017 se encerra no dia 28 de abril. O que para muitos pode gerar dor de cabeça, representa também uma oportunidade para avaliar a saúde financeira e a evolução de um ano para outro. O direcionamento dos recursos, investimentos, compras e vendas de bens precisam ser analisados nesse momento, já que a declaração do IR é um retrato do que foi realizado em 2016. O ideal é que haja um progresso, do contrário é preciso repensar a relação com o dinheiro.

Para quem decidiu investir em consórcios como forma de evitar os altos juros dos financiamentos, existem alguns passos a serem seguidos no momento de fazer a declaração para a Receita Federal. Tanto as cotas contempladas como as não contempladas devem ser declaradas.

Os consorciados que ainda não foram contemplados necessitam declarar os valores já investidos na ficha “Bens e Direitos”, no código 95, especificando os montantes pagos em cada ano em suas respectivas colunas. Quem já foi contemplado, mas ainda não utilizou o crédito, pode proceder da mesma forma, usando o código 99.

Quem recebeu a carta de crédito em 2016 deve usar o código 95 na coluna “Discriminação da Declaração de Bens e Direitos” e incluir os dados do consórcio. Na coluna 2015 é preciso informar a soma total paga nesse período. Já na área referente a 2016 deixe a informação em branco. Faça um novo registro na mesma coluna e informe o código 11, no caso de compra de apartamento, ou 12 para casa, e discrimine os dados do imóvel adquirido e sua forma de pagamento – consórcio de imóveis, neste caso. O campo 2015 ficará em branco, e os valores usados na compra serão lançados na coluna 31/12/2016. 

Quem adquiriu uma cota já contemplada deve declarar o valor pago na ficha “Bens e Direitos”, no código 99, e descrever no histórico que o consórcio já foi contemplado anteriormente. Atenção: é essencial incluir o nome e CPF da pessoa que vendeu a cota para que seja feito o cruzamento de informações.

Os consorciados que foram contemplados e quitaram ou adquiriram imóveis em 2016 devem declarar o bem na ficha “Bens e Direitos”, nos códigos 1 a 19, dependendo do caso, pelo valor pago até 31/12/2016. É preciso especificar no histórico a quantia utilizada para a compra das cotas de consórcio que estará no código 99 e será transferido para o código do bem (11 ou 12). A quitação total ou parcial por meio do consórcio deverá ser descrita na coluna “Discriminação”. Informe também os dados da administradora e o montante a ser quitado caso exista saldo devedor e o número de parcelas restantes. 

Essa análise financeira mostra o quanto você investiu não só nos últimos anos, mas também no seu futuro e no de quem você ama. Planejar o amanhã depende das atitudes que tomamos diariamente, especialmente com nossos recursos.


*Tatiana Schuchovsky Reichmann, diretora-superintendente da Ademilar Consórcio de Investimento Imobiliário.

Indique para seus amigos